Assine

Benefícios da farinha caseira de banana verde

publicado em 14 de de julho 2017 por Evelyn Cristine | comentar

Texto Rita Santander | Adaptação Web Evelyn Cristine

Embora a banana verde não seja própria para o consumo, a extração da farinha é um alimento ainda mais poderoso que a fruta madura e proporciona saciedade para auxiliar no emagrecimento. Conheça seus benefícios!

Benefícios da farinha caseira de banana verde Reprodução Gif Tumblr

Benefícios da farinha caseira de banana verde | Reprodução Gif Tumblr

A fruta mais popular do Brasil, a banana, oferece uma série de benefícios, como a quantidade de fibras, que auxiliam no controle do apetite, ao proporcionar saciedade. Uma pesquisa da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP) aponta que a banana verde contém 46% mais fibras que a fruta madura. Além disso, a fruta verde tem menos açúcar que a versão in natura.

Embora apresente benefícios com relação à fruta madura, a banana verde não é própria para consumo, devido ao sabor e textura desagradáveis. É por isso que, cada vez mais, o uso dessa fruta tem se popularizado com a biomassa e a farinha, produzida a partir da banana verde desidratada. O mesmo estudo da USP aponta ainda que, enquanto as fibras da fruta se perdem no cozimento que origina a biomassa, o processo de produção da farinha faz com que 60% do alimento sejam somente fibras.

Consumo ideal da farinha caseira de banana verde

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o consumo diário de fibras seja de 25 g, quantidade que corresponde a cerca de duas colheres de sopa de farinha de banana. Dessa forma, a inserção no cotidiano desse ingrediente rico em fibras alimentar atende as orientações da OMS com relação ao consumo desse item.

A alta concentração de fibras alimentares dessa farinha é ótima aliada do controle da obesidade, uma vez que altera os hormônios relacionados à saciedade.

Diferentemente da fruta madura, a farinha de banana verde é rica em amido resistente, um tipo de carboidrato que é digerido não no estômago, e sim no intestino. “Esse amido contribui com o atraso do esvaziamento gástrico, ajudando a melhorar a digestão e auxiliando a controlar a liberação de glicose na corrente sanguínea”, explica a nutricionista e culinarista Natália Palmegiano, do canal Cook n´ Enjoy, e completa: “Além de auxiliar no controle do diabetes, ainda previne doenças intestinais”.

Por retardar o processo de digestão, o amido resistente fica mais tempo pelo estômago, o que torna mais fácil reduzir a quantidade de alimentos nas refeições. Esse fato contribui ainda para evitar aquela fome fora de hora. O processo de amadurecimento da banana degrada o amido resistente, por isso, seus benefícios apenas podem ser encontrados na farinha ou biomassa de banana verde.

Neutro e versátil

“Outro ponto positivo dessa farinha é o sabor neutro, podendo ser utilizada em sucos, sopas, pães, bolos, tortas ou mesmo nas refeições. Não é difícil incluir essa farinha na alimentação”, explica Natália.

“Como qualquer alimento funcional, a farinha de banana verde não é um medicamento milagroso”, completa a nutricionista, que recomenda consumo de maneira regular, associado principalmente a vegetais, frutas e cereais integrais, para, assim, aproveitar todos os seus benefícios.

Aprenda a preparar a farinha de banana verde em casa

1. Lave bem 12 bananas verdes ainda com casca.
2. Descasque com uma faca e corte em rodelas finas.
3. Distribua todas as rodelas em uma assadeira e leve ao forno a 80° para secar bem. Isso leva cerca de 4 horas.
4. Quando estiverem desidratadas, desligue o forno e espere esfriar.
5. Bata-as no liquidificador até que forme uma farinha. 6. Armazene em recipiente limpo, seco e bem tampado. 😉

Leia mais:
Emagreça até 2 kg por mês com a biomassa de banana verde
Escondidinho de frango com biomassa de banana verde

Revista Dieta Já! Ed. 259

Quer receber a nossa revista em casa?
Assine agora e ganhe 6 meses grátis de outro título.

comente!