Chá de oliveira emagrece até quatro vezes mais do que o chá-verde

publicado em 01 de de outubro 2012 por Helena Dias | comentar

por Michelle Freire | fotos Marcelo Resende | produção Janaína Resende

O chá de oliveira auxilia na redução das gordurinhas, principalmente na região abdominal/ Foto: Marcelo Resende

Todo mundo já conhece os méritos dos frutos da oliveira. As olivas – ou azeitonas – são ricas em ômega-3 e, por isso, protegem o coração, mantendo o mau colesterol, o LDL, dentro das rédeas.

Mas pouca gente sabe que a mesma árvore, chamada cientificamente de Olea europaea, carrega uma senhora preciosidade: suas folhas, quando consumidas na forma de infusão, são capazes de pulverizar o excesso de peso, afinando, assim, a silhueta em pouquíssimo tempo.

“Com o consumo regular de quatro xícaras ao dia, é possível emagrecer de 2 kg a 3 kg em um mês,
reduzindo em até cinco centímetros a gordura abdominal”, revela Natália Colombo, nutricionista funcional da clínica NC Nutre (SP).

Esse superpoder antibarriga das folhas da oliveira chamou a atenção de alguns cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália, que decidiram tirar a prova dos benefícios do chá em uma pesquisa e descobriram que, além de emagrecedor, o chá também pode regular a pressão arterial.

Novas pesquisas ainda precisam ser feitas para comprovar a ação do chá de oliveira em humanos. Mas especialistas já perceberam que há outros nutrientes escondidos nesta planta agindo a favor de um corpo esbelto. É o caso de selênio, cobre, magnésio, potássio, manganês, zinco e fósforo. Esse time de minerais, de acordo com Lívia Yumi Yokomizo, nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz (SP), faz o metabolismo acelerar, estimulando a queima de gordura.

“Há uma quantidade quase quatro vezes maior dessas substâncias nas folhas da oliveira, por isso, esse chá é mais eficiente para emagrecer do que o chá-verde”, explica Lívia. Outro aliado que soma esforços contra a gordura é o ômega-3, o badalado ácido graxo amigo do coração  encontrado nas azeitonas. “Ele também está presente nas folhas da oliveira e vai agir na oxidação das gordurinhas, principalmente na região abdominal”, conta Natália.

Mais benefícios do chá-verde: No Mediterrâneo, as folhas da oliveira servem de base para a produção de incenso e para o preparo de infusões, que as famílias da região consomem há pelo cinco mil anos. “Ali, a oliveira é considerada a árvore da vida por estimular a longevidade e a vitalidade”, conta a nutricionista Natália Colombo. Além de minerais como potássio, magnésio, manganés, fósforo, selênio, cobre e zinco, suas folhas são fonte de ômega-3 e ômega-6, os ácidos graxos que protegem o coração, e de vitaminas A e E.  “Essa composição resulta em um potente efeito antioxidante, que breca a ação dos radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce e doenças como o câncer, além de deixar a pela mais bonita”, conta a especialista.

 

comente!