Assine

Especialista alerta sobre os rótulos de alimentos

publicado em 08 de de junho 2017 por Evelyn Cristine | comentar

Muitas pessoas ignoram as informações contidas nos rótulos dos produtos e não se dão conta que esse hábito pode comprometer a saúde. Além dos dados como validade, procedência e peso, as informações nutricionais e os ingredientes podem dizer muito para aqueles que estão em busca de uma alimentação saudável ou que tenham restrições alimentares. Especialista alerta sobre os rótulos de alimentos. Veja!

Especialista alerta sobre os rótulos de alimentos

Especialista alerta sobre os rótulos de alimentos

Alguns rótulos costumam omitir ou conter dados desnecessários como estratégia só para chamar a atenção dos consumidores. É o caso dos alimentos que são vendidos como integrais, ao analisar a lista de ingredientes, percebe-se a presença de farinha branca que não deveria fazer parte destes tipos de mercadoria. Outro exemplo são as embalagens dos óleos vegetais que informam não conter colesterol. Na verdade, este lipídio só está presente nos produtos de origem animal, o que não é o caso de nenhum óleo extraído dos vegetais. Ou seja, é uma informação desnecessária para este tipo de produto – alerta Juliana Martins, supervisora de nutrição clínica do Hospital Copa D’Or.

O sinal amarelo ainda deve ser mantido em relação aos dados sobre os componentes que costumam estar envolvidos em históricos de alergias, como glúten, ovo, leite e corantes. Estas informações devem estar em destaques nas embalagens, caso não, oferece riscos à saúde do consumidor. Para quem se importa com o que consome, a dica é priorizar por alimentos que sejam menos processados e que contenham menos aditivos, pois, quanto menos ingredientes, mais natural tende a ser.

As informações terão significados diferentes para cada consumidor. Tudo depende do seu propósito. Por exemplo, alguém que seja diabético deve prestar atenção à presença e dose de açúcares. Quem está seguindo uma dieta, deve observar a quantidade de calorias e carboidratos, diz a nutricionista.

8 dicas para saber ler corretamente os rótulos dos alimentos:

» Não se deixe seduzir pelas embalagens.

» Sempre leia a lista de ingredientes e informações nutricionais.

» Os primeiros itens na relação de ingredientes são os que estão em maior quantidade do produto.

» Fique atento a proporção de fruta natural nos sucos industrializados – muitos deles são compostos apenas de néctar.

» O sódio é muito usado para conservação dos alimentos, mas em grande quantidade traz prejuízo a saúde.

» Produtos com fibras auxiliam no funcionamento do intestino e promovem a sensação de saciedade. Faça a opção pelos que têm, no mínimo, 2g por porção.

» Escolha produtos que não tenham gordura trans em sua composição.

» Sempre que possível, faça opção por alimentos naturais, mas fique atento para não ser conquistado pelas embalagens que emitem esta mensagem, mas não são verdadeiras.

Leia mais:
Light, diet ou zero: qual é a diferença?

Quer aprender mais sobre a técnica de comer consciente?
Então, corra para as bancas ou garanta a revista Dieta Já! Ed. 264 pelo site!
comente!