Assine

Leitora elimina 60 kg após decidir mudar de rotina completamente

publicado em 02 de de fevereiro 2017 por Evelyn Cristine | comentar

Leitora elimina 60 kg após decidir mudar de rotina completamente

Leitora elimina 60 kg após decidir mudar de rotina completamente

A luta contra a balança começou cedo para a tradutora Camila Elias. “Depois da primeira menstruação, aos 12 anos, passei a engordar rapidamente e mais do que eu considerava normal dado o meu histórico de excesso de peso desde a infância. Sofri demais com o efeito sanfona, em que cheguei a passar dos 60 kg para os 90 kg”, conta. A jovem, que hoje tem 36 anos, perdeu as contas de quantas dietas fez, mas mesmo assim não conseguia bons resultados. “Os regimes me faziam mal porque eu comia coisas que não estava acostumada. Era muito difícil: meu estômago ficava enorme e eu ainda sentia muita fome”, revela. Quando alcançou os 125 kg, com picos de pressão arterial, dores nos joelhos e sem poder engravidar, ela procurou ajuda médica para fazer uma cirurgia de redução de estômago. “Fiquei doente e não conseguia mais emagrecer. Foi quando o cirurgião sugeriu a operação”, relata. Mesmo com medo, Camila queria recuperar sua saúde e ser feliz. “Acima da estética, queria uma melhor qualidade de vida”, afirma a tradutora.

Antes da cirurgia, Camila lidou com uma série de fatores que envolviam o seu bem-estar físico e psicológico. “O processo demorou quatro meses e envolveu os médicos que fariam o procedimento cirúrgico, além de um cardiologista e um psicólogo”, diz.

Tudo isso para garantir a integridade do corpo para a operação. “Tive até que perder 5 kg antes de operar com uma alimentação leve feita com frutas, legumes e sopas”, conta.

Camila ficou internada durante três dias no hospital antes de fazer a operação, que retira uma parte do estômago sem mexer no intestino. “A recuperação foi bastante puxada, já que eu só podia ter uma dieta líquida, e não ultrapassar os 50 ml de 30 em 30 minutos nos primeiros dias”, fala. A jovem acredita que o resultado foi muito menos agressivo do que em outros casos comuns de cirurgia. “Antes de completar um ano, atingi a meta de perder 60 kg”, comemora.

“Com a cirurgia bariátrica, você precisa estar preparada para ter uma rotina diferente, lidar com a flacidez e se enxergar como uma pessoa magra. Sem o acompanhamento psicológico, isso é muito complicado”, conta Camila.

Dica de amiga

“Não deixe o peso chegar ao limite como aconteceu comigo. Tive que fazer a cirurgia porque, no final das contas, precisava perder muitos quilos, o que era impossível sem esse tipo de ajuda. Se você não tem tanto peso para mandar embora, tente regrar a alimentação até que ele retorne ao normal”, indica. Para quem está na mesma situação que a jovem, ela recomenda: “Tenha em mente que a cirurgia bariátrica não é um milagre. Com ela, você precisa se fiscalizar com muita frequência e mudar os hábitos para não engordar tudo de novo”, alerta.

Leia mais:
Gostaria de fazer a cirurgia bariátrica, mas não tenho peso suficiente. Isso é verdade?
Todo paciente que realiza a cirurgia bariátrica deve fazer plástica?
8 alimentos que toda mulher precisa consumir

Quer receber a revista Dieta Já! em casa?
Assine agora e ganhe 6 meses grátis de outro título.
comente!