Assine

Mitos e verdades da vitamina coenzima Q10

publicado em 14 de de julho 2017 por Evelyn Cristine | comentar

Você sabia que não existe uma quantidade específica para o consumo de coenzima Q10? A indicação varia de acordo com a orientação médica, que depende de cada paciente. Confira agora quais são os mitos e verdades dessa vitamina! 😉

Mitos e verdades da vitamina coenzima Q10

Mitos e verdades da vitamina coenzima Q10

Mitos da vitamina coenzima Q10

Comprimido é melhor que mudar a alimentação

As cápsulas são feitas com os nutrientes perdidos pelo corpo no decorrer do tempo, por isso, muitas pessoas acreditam que os nutrientes contidos em produtos sejam mais eficazes que os alimentos, o que não é verdade.

Atletas não devem consumir

Estudos não confirmam que a suplementação da CoQ 10 melhora o desempenho físico, porém, é fundamental ter o nutriente no organismo por conta do seu uso como antioxidante e repositor de energia, principalmente para pacientes com mais idade.

Deve ser consumida apenas por adultos

A coenzima é importante e necessária para todos os organismos, em diferentes idades. O que acontece é que pessoas adultas devem consumir mais esse nutriente por conta da sua perda no decorrer dos anos.

O suplemento pode engordar

Esse nutriente tem poucas calorias, não alterando o peso do indivíduo. Pessoas que têm diabetes devem tomar cuidado com a dosagem, pois seu peso pode se alterar por conta da insulina, dieta e glicose.

Verdades da vitamina coenzima Q10

Protege de doenças degenerativas

Segundo pesquisas, uma dieta com alimentos ricos que contêm o nutriente protege as mitocôndrias, importantes para o processo de respiração celular, evitando doenças como Alzheimer e Parkinson.

Regera as vitaminas e traz energia

A coenzima consegue regenerar no corpo as vitaminas C e E que foram perdidas durante os anos. Além disso, o nível do nutriente no organismo traz energia ao corpo, deixando-o preparado para um dia cheio.

Previne doenças cardíacas

A coenzima contém substâncias que fortalecem o sistema imunológico, ativando a produção de anticorpos, prevenindo doenças cardíacas e melhorando distúrbios cardiovasculares. Dieta adequada, feita por um especialista, contribui para o quadro.

Retarda o envelhecimento

Após os 30 anos, a quantidade de coenzima fabricada pelo organismo diminui, resultando em envelhecimento precoce. Os suplementos e alimentos que contêm CoQ 10 são ótimos para retardar o processo, protegendo as células contra a peroxidação.

Leia mais:
Abacaxi desincha e reduz a vontade de comer doce
7 alimentos que ajudam a retardar o envelhecimento precoce

Revista Dieta Já! Ed. 259

Quer receber a nossa revista em casa?
Assine agora e ganhe 6 meses grátis de outro título.

comente!