Assine

Truques para alcançar o peso ideal

publicado em 13 de de abril 2017 por Evelyn Cristine | comentar

Texto Louise Vernier, Maísa Correia e Rita Trevisan | Adaptação Web Evelyn Cristine

Definir quantos quilos você precisa perder para ficar de bem com o seu corpo não é tarefa fácil. É preciso ter cuidado para não colocar a sua saúde em risco e, principalmente, garantir que os resultados, uma vez conquistados, sejam duradouros. Veja alguns truques para alcançar o peso ideal!

Truques para alcançar o peso ideal

Truques para alcançar o peso ideal

Quem nunca se sentiu insatisfeita ao se olhar no espelho e decidiu que, dali em diante, faria qualquer esforço para mandar embora alguns pneuzinhos, se possível, num vapt-vupt? Boa parte das mulheres que tomam a decisão de mudar o corpo aliam dieta a exercícios para enxugar as medidas. Mas há também as que optam por saídas mais radicais e acabam comprometendo a saúde. E esse é o primeiro risco que convém evitar.

De acordo com a endocrinologista Ana Carolina Nader Vasconcelos Messias, membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia — regional RJ (SBEM–RJ), o ideal é optar pela perda de peso gradual. Ela explica que, ao reduzir 500 calorias por dia do cardápio, já é possível eliminar de 1 a 4 kg no período de um mês. Esse número pode variar para mais ou para menos, de acordo com a quantidade de energia que se gasta com a prática de exercícios físicos.

Ainda que a perda seja lenta, até o final do processo a pessoa não deve eliminar mais do que 20% do seu peso corporal. “Somente em casos de sobrepeso e obesidade é que pode haver a necessidade de eliminar mais do que isso. Nesses casos específicos, a perda de peso é indicada justamente para melhorar a saúde”, declara Noadia Lobão, nutricionista clínica funcional (SP). Quem está nessas condições e, mesmo assim, emagrece demais, pode criar um problema maior do que aquele que está tentando solucionar, e desenvolver, por exemplo, um transtorno alimentar.

Nessa lógica, para definir uma meta ideal, possível e saudável de perda de peso, é necessário identificar, antes de tudo, se o corpo que se deseja alcançar é compatível com aquele considerado saudável para o seu biótipo.

“Nessa avaliação, o endocrinologista pode te ajudar. Ele vai poder identificar, inclusive, se a mulher já tem uma imagem corporal distorcida, que faz com que ela se veja sempre mais gordinha do que realmente é. Na consulta, também é possível verificar se ela tem tendência para desenvolver bulimia, anorexia e outros distúrbios alimentares”, diz Ana Carolina.

A avaliação da faixa de peso considerada saudável depende de um exame físico, que leva em conta a idade, o gênero, o histórico e a relação peso e altura, associada às medidas indiretas de composição corporal, definidas pela circunferência abdominal e do quadril. Além disso, para estabelecer o peso ideal o médico poderá contar com técnicas diagnósticas complementares, como a bioimpedância, que calcula o percentual de gordura e músculos no corpo.

“É importante salientar que o Índice de Massa Corporal (IMC) não é o único parâmetro para definir se a pessoa realmente está acima do peso. A bioimpedância é um método igualmente importante e que deve ser levado em consideração. Na avaliação, o ideal é que as mulheres apresentem menos que 30% de gordura corporal e os homens, menos de 25%”, diz Alfredo Halpern, professor livre docente da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Com essa análise completa e informações objetivas nas mãos, será possível precisar quanto peso é necessário eliminar. Em um segundo momento, o desafio será dividir a meta em etapas e definir qual será a perda a cada fase.

Nessas circunstâncias, traçar objetivos inatingíveis só vai servir para adiar indefinidamente a conquista dos resultados esperados. 😉

Leia mais:
Saiba quais são os cuidados essenciais após cirurgia para perder peso
Para perder peso, preciso parar de comer tudo o que eu gosto?

Quer receber a revista Dieta Já! em casa?
Assine agora e ganhe 6 meses grátis de outro título.

comente!